Google pode encerrar as atividades do Orkut em terras brasileiras

Súditos,

Ler notícia como esta mais uma vez só me faz pensar que quando mais se mexe em bosta, mais ela fede, não que eu esteja chamando o Orkut de bosta – e é – mas eu quis dizer que já não basta os insetos brasileiros tomarem o site de relacionamentos que sempre é solta uma notinha para acalourar ainda mais os ânimos.

Tanta coisa para se preocuparem e ficam mechendo com isso. E o engraçado é que quando algo neste genêro é comentado espalha-se de uma forma viral, miguxos vão a loucura, pais suspiram aliviados, pedófilos começam a pensar em outras maneiras de conquistarem criancinhas e assim segue.

Vi no novo-MUNDO.

Seleções femininas do Brasil

Ave,

Resolvi falar um pouco de esportes hoje, posso meus súditos? Para aqueles que disseram sim continue lendo e para aqueles que não, leiam também, informação nunca é demais!

Depois de uma boa campanha, uma bela vitória em cima das estadunidenses – que subiu a cabeça – as brasileiras decepcionaram uma nação hoje cedo. Jogaram mal, deixaram que o ego tomasse conta e o individualismo comeu solto, ruim pra elas que poderiam ser campeãs do mundo e não foram!

Já quando as redes ficam ao meio da quadra o assunto foi diferente, também pudera, as meninas do Vôlei jogaram bem e conquistaram o torneio Sul-Americano em cima da seleção da seleção do Peru (ui!) por 3 sets a 0. Mas é o mínimo que elas poderiam fazer, já que nadam e morrem na praia na maioria das vezes.

Bom, e para encerrar temos a triste notícia que o basquete feminino conquistou somente o bronze no torneio que participava, mas já é um alívio para mim que ficou muito feliz após o Pan-Americano – devido a saída de Janete – e não é necessário escutar que tudo que acontece na seleção é culpa dela.

Chega de esportes né?

[tags] futebol , Marta , Hortência , Oscar , mulheres [/tags]

Do outro lado do Oceano

Ego – definição via Wikipedia – é a fonte de alimentação de qualquer ser humano, eu disse qualquer, sem exceções. Quando isso se eleva, ninguém segura o dono do mesmo que está quase em seu ápice.

Bom, foi só uma in-trodução fiel a realidade para mostrar o que está na parte de trás deste mapa citado neste post. Assim que eu gosto de ver as coisas funcionando. Vocês devem pensar que eu sou mau, que só gosto de confusão e sou bem sarcástico, não, pelo contrário, eu só sou bem realista e quando coisas desse genêro, não esta, pois é muito saudável, acontecem eu vejo como temos que aprender muito para vivermos em pacificidade (se não existe, acabei de criar).

O outro lado do mapa da blogosfera foi criado pelos donos do Uhull S.A que querem apimentar um pouco mais as relações.

Parabéns, idéias assim são sempre bem vindas e insisto, não há espaço nestes mapas para o Imperador.org.

[tags] blog , blogosfera , auto-estima , legal [/tags]

Os 3 que não podem faltar

Ave súditos,

Convidado pelo Rafael Arcanjo – e intimado também – a participar do meme que eu tenho que listar os 3 programas que são indispensáveis para mim, que começou aqui.

Mozilla FireFox: Acho que este é o campeão disparado na preferência de todos os blogueiros e todo aquele que gosta de internet e não aquele que fuça no Orkut. Estou usando a versão 2.0 que é leve, estável e rápida. E fica aqui a deixa de que todos vocês que lêem o Imperador usem também. NO IE! (Download)

Winamp: Esse é companheiro fiel, a primeira coisa que eu faço quando eu chego em casa além de ligar o pc é abrir o Winamp e escutar minhas músicas preferidas. Acho que todo mundo usa, ou ainda estão no lixo do Media Player? (Download)

MSN Messenger: Pelo simples fato de manter os meus contatos em contato. Sem ele ficaria difícil conversar com uma grande gama de pessoas devido a distância.(Download)

Bom, são estes os programas que eu não fico sem usar, tem mais alguns outros, mas a são só três!

Convido aqui então a Estela do Mulher Aspirina e o Vítor do Brifando para dar seqüência.

[tags] download, softwares, trinca, memes [/tags]

8 maneiras de mudar o mundo

1 – Acabar com a fome e a miséria: Nada de distribuir comida de graça para pessoas mais carentes e seus segmentos. Sabemos que consumimos 1/3 de toda produção alimentícia do mundo e essa sobra é desperdiçada, então, para diminuir o desperdício produzir menos e para acabar com a fome é só nos alimentarmos direito e com a miséria é só caçar um jeito de trabalhar e assim garantir o próprio sustento, não dá pra cuidar da família de todo mundo.


2 – Educação básica de qualidade para todos: Depende de onde você mora, se mora na favela, assim fica fácil. Agora a qualidade fica a critério seus, o que você define como qualidade é isso mesmo.

3 – Igualdades entre sexos e valorização da mulher: Fácil. Se tornarmos tudo igual não haverá diferenças, então, veremos mulheres mijando em pé e coçando o saco e homens depilando as axilas (o que já acontece). Pra facilitar cortaremos este item.


4 – Reduzir a mortalidade infantil: Eu vejo este como o mais simples de todos. Para que isso aconteça que tal fazermos menos filhos? Assim conseqüentemente morrerão menos crianças.

5 – Melhorar a saúde das gestantes: Ligo este ao item 4, o que é melhor que melhorar a vida das gestantes do que não ter gestantes? Mais uma vez, fazer menos filhos ou nenhum.

6 – Combater a AIDS, a malária e outras doenças: Este é complicado, para combater a AIDS é só cortar o sexo (castrando se necessário), assim sem prazer, sem AIDS, sem gestantes e mortalidade infantil baixa. Malária, derrube toda a floresta amazônica – já que não é o pulmão do mundo mais – e teremos um número considerado de Anopheles pequeno. Em relação as outras doenças, que outras doenças? Expliquem!

7 – Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente: Se já conseguimos chegar aqui, imagino que esta etapa está quase concluída, só nos resta respeitar o sr. , tão velhinho e ainda insistem em xingar o coitado. =(

8 – Todo mundo trabalhando pelo desenvolvimento: Ah bem, achei que ninguém ia tocar no assunto trabalho, como que isso tudo atrás pode acontecer se ninguém quer trabalhar? Fica difícil. E desenvolvimento de que?

Link para a campanha.

[tags] mundo, aquecimento global, fome, PAC, Bolsa Família [/tags]