Administrando as finanças do Império

Dinheiro do ImpérioAve,

Ultimamente tenho tido muito sucesso ao lidar com as finanças do império. Claro que tenho meus funcionários que fazem a cobrança de impostos para mim, porém eu gosto de fiscalizar tudo muito de perto, afinal, não é tudo mundo que é confiável. Porém, não posso reclamar, ultimamente tenho tido sorte com os novos funcionários. O meu atual tesoureiro, responsável pelas contas do império, é muito eficiente e tem me agradado bastante.

É um rapaz de família nobre, com seus 20 e poucos anos, jovem e com vontade de trabalhar. Encontrei uma vez quando, passando pelo reino, me pediu trabalho. Tive vontade de passar com as rodas da biga pela cabeça dele e era isto mesmo que ia fazer. Porém, antes que eu pudesse dar a ordem, o mesmo foi me falando as suas qualificações e pensei que, talvez, pudesse se encaixar no que precisava. Era um rapaz corajoso. Mesmo sabendo que o último tesoureiro tinha sido empalado em praça pública por suspeita de corrupção (sim, isto é mais antigo do que vocês imaginam), ele se propôs a trabalhar comigo. Sua proposta foi assaz interessante: “Se eu não lhe der resultado em 1 mês, me ofereço como comida aos leões no coliseu”.

Aceitei o desafio e desde então os lucros só vem aumentando. Sugeriu a criação de novos impostos, como a TPB (Taxa de Propriedade de Bigas), onde quem tinha um veículo pagava mensalmente um valor, dependendo do modelo da Biga, quantos cavalos ela possuia, etc. Além disto, tinha alguma coisa ali que não conseguia entender: Como ele conseguia otimizar tanto assim os ganhos.

Até que um dia o vi, compenetrado, lendo um pergaminho. Fui chegando bem pertinho e o mesmo me mostrou uma cópia escrita de uma coisa que eles chamavam de site, numa tal de internet, de um tal de Sir. Navarro, um sábio que estava catequizando milhares de pessoas em terras meio desconhecidas do outro lado do oceano. Os ensinamentos estavam sendo absorvidos pelo rapaz e aplicados no gerenciamento das taxas, juros e aplicações da coroa. O nome do movimento que Sir. Navarro estava encabeçando era chamado de Dinheirama. Pois bem, a única coisa que dei falta foi um slogan, assim como o do meu império: O Universo é pouco, o infinito é logo ali. Porém, fiquei sabendo que ele está fazendo uma promoção para sanar este problema.

Os ensinamentos de Sir. Navarro foram tão úteis que estou pensando em mandar uma tropa em busca do mesmo, para que gerencie as finanças juntamente com o meu tesoureiro.

Ah, com relação ao slogan, assim que conseguir capturar recrutá-lo, irei sugerir o seguinte slogan: “Investir e coçar, é só começar”.

Atualização: O Slogan novo é: Investir e ganhar, é só começar.

Sir. Navarro que me aguarde!

[tags] dinheirama, império, finanças, investimento, ações, administração, financeiro, money, dinheiro, navarro [/tags]

Aulas de Técnicas de Negociação com o Cliente

Ave queridos súditos,

Os administradores empresas que freqüentam o blog (existe algum?) sabem o quanto é importante você conhecer bem as técnicas de negociação para sempre se chegar ao melhor ponto para ambas as partes. Os dois lados precisam ganhar (daí vem a expressão ganha/ganha). São várias artimanhas que exigem anos de estudos, boa dicção e uma pitada de persuasão.

Porém, não há universidade, pós-graduação, MBA ou Haward que supere os níveis de negociação destes dois sujeitos no vídeo abaixo.

Link direto para o vídeo

[tags] negociação, técnicas, persuasão, cliente, fornecedor, ganha, perde, administração, humor [/tags]