Teatro-Comédia com Putaria: é necessário ?

Olá pessoal,

Aqui é o Rafael Arcanjo, muito prazer. Quem não me conhece, escrevo sobre tecnologia no blog Arcanjo.org e estou há um tempinho nesta caminhada. Estou inaugurando hoje esta sessão aqui no Imperador, onde falarei sobre assuntos alheios ao foco original do meu blog tecnológico e darei minha opinião sobre algumas coisas que presencio.

Hoje vou levantar a bola do Teatro, local onde eu gosto muito de ir, porém não vou com muita frequência pois os valores das peças são sempre fora de mão para um programa à dois.

De um mês pra cá está acontecendo aqui na região do Vale do Aço e Belo Horizonte a Campanha de Popularização do Teatro e dança. Um iniciativa onde colocam os valores das entradas à um valor bem acessível (R$ 5,00) ao público que não consegue pagar os até R$ 45,00 reais que são cobrados em peças com atores de nome. Oportunidade ótima para ir ao teatro e levar toda a família.

E foi o que eu e minha namorada fizemos: Fomos ao shopping, compramos 8 entradas (levamos cunhada, namorado da cunhada, mãe, pai, sogra, irmã…) para a peça entitulada Show-Riso. Uma comédia onde dois caipiras “proseiam” em um banco e contam causos engraçados. Até aí, nada anormal.

Chegamos ao teatro (família toda) e o que era pra ser um programa família se transformou em um grande constrangimento para mim. Logo de início um dos atores começa já contando piadas bem pesadas. Palavras como Clitóris, pinto do negão, bago, anões tarados e outras coisas do gênero eram normais nas anedotas contadas por ele.

Agora, imagina minha situação: sentado ao lado de minha namorada, meu sogro e minha sogra à esquerda, minha mãe na minha frente. E a putaria rolando solta no palco. Muita gente rindo, mas eu me senti muito constrangido e com uma vontade ENORME de SUMIR.

Depois, entrou em cena o outro ator com um quadro de um interno que saiu do hospício e a coisa ficou um pouco mais leve.

Logo após, voltam os dois atores, agora com a apresentação dos dois caipiras conversando no banco do sítio. Apesar de ter achado os dois talentosos (o ator que fez a cena do hospício mais que o primeiro), achei DESNECESSÁRIA toda hora voltarem com assuntos de sexo, de boca cheia de cabelo por causa da senhora não se depilar e outras coisas do gênero.

Caramba! Para que isto ? Eu notei que os caras tinham talento, mas… porque a maioria das peças de comédia no Brasil desanda pra sexo, putaria e linguagem chula ? Não dá pra fazer um espetáculo em que se possa ir com a família sem ter que enfiar a cara num buraco no meio das piadas ?

O teatro brasileiro tem muito talento e as vezes não é reconhecido pelo povo. Porém, para atingir o povão precisa falar nesta linguagem ? Será que é por causa da demanda ?

Bom, que seja. O fato é que eu, a partir de agora, ficarei muito mais receoso ao tentar levar (se animar a levar ou ir) ao teatro os parentes. Eu não quero ficar com cara de tomate ao ouvir piadas sempre vangloriando atitudes sexuais e coisas do gênero.

Com a palavra, quem entende do assunto. A área de comentários está aberta logo aqui abaixo. Alguém ?

[tags] teatro brasileiro, atores, comédia, show-riso, campanha de popularização do teatro [/tags]

Veja nossas ofertas
Celular Lg K10 Tv Dual Chip Android 6.0 16gb 4g Cor Dourado
Celular Lg K10 Tv Dual Chip Android 6.0 16gb 4g Cor Dourado
Mais info»
R$ 769
até 12x de R$ 64.08
Iphone 6 Plus 16gb Cinza Espacial Original
Iphone 6 Plus 16gb Cinza Espacial Original
Mais info»
R$ 2399
até 12x de R$ 199.92
Celular Samsung Galaxy J5 Duos Dourado
Celular Samsung Galaxy J5 Duos Dourado
Mais info»
R$ 899
até 12x de R$ 74.92
Celular Samsung Galaxy J3 2016 8gb Quad Core Branco
Celular Samsung Galaxy J3 2016 8gb Quad Core Branco
Mais info»
R$ 599
até 12x de R$ 57.9
Celular Lg K10 Tv Dual Chip Android 6.0 16gb 4g Cor Indigo
Celular Lg K10 Tv Dual Chip Android 6.0 16gb 4g Cor Indigo
Mais info»
R$ 769
até 12x de R$ 74.33
Celular Samsung Galaxy J7 Duos Dourado
Celular Samsung Galaxy J7 Duos Dourado
Mais info»
R$ 1199
até 12x de R$ 99.92
Celular Samsung Galaxy J7 Duos Preto
Celular Samsung Galaxy J7 Duos Preto
Mais info»
R$ 1199
até 12x de R$ 99.92
Iphone 5s Apple 16gb Prateado
Iphone 5s Apple 16gb Prateado
Mais info»
R$ 1649
até 12x de R$ 137.42
Powered by MLV Contextual  

Published by

Rafael Arcanjo

é autor do blog Arcanjo.org. Apaixonado por tecnologia, escreve sobre este assunto no blog citado, porém tem necessidade de expressar sua opinião sobre os mais diversos assuntos que acontece em sua vida e no mundo ao seu redor.

4 thoughts on “Teatro-Comédia com Putaria: é necessário ?”

  1. Rafa
    Aqui em BH, tah 8 reais o ingresso.

    Que azar que deu, heim? Assisti várias peças e muitas tem *utaria mesmo mas nao tive seu azar.
    Agora, terá de conversar com amigos e pedir sugestões de peças, antes de ir.

    Abracos
    Maysa

  2. Quem abriu as portas do império para este fanfarrão?
    Teatro brasileiro com certeza é muito rico e interessante, piadas são sempre boas, mas dependem da ocasião.

    E vamos brasileiros, caçar cultura, teatro é cultura!

  3. oi, estou procurando uma boa peça comica para ensaiar com atores pré-adolescentes, algo que não seja mto cumprido e tenha uma boa temática. Se tiver alguma sugestão e puder mandar p meu e-mail, vou ficar mto agradecida, bjs

  4. Oi Rafael,
    Então, passei por uma situação muito parecida com a sua, mas no meu caso fui convidado a assistir aqui em São Paulo,”Os Sertões” peça baseada no livro de Euclides da Cunha, um dos maiores genios da literatura brasileiras, a alguns anos atrás.
    Bem, na entrada do teatro tudo certo, um público muito elitizado, estudantes da USP, grã-finos, pessoas super bem vestidas um verdadeiro baile de gala na entrada do teatro, fiquei até me sentindo um peixe fora d’água, mas ao menos na minha concepção iria ter uma diversão garantida.
    Mal sabia eu, que ao final da peça, faria um acordo comigo mesmo para nunca mais ir a um teatro brasileiro na minha vida!
    Cara, é sério, talvez não acredite no que vai ler a seguir, mas eu vi. Na época estava na moda aqui na cidade o tal do LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis) juntamente com a mania de criar leis e distribuir cartilhas para educar nossos filhos sobre os beneficios da pratica homosexual.
    Bem, cronistas falando maravilhas em jornais de grande circulação sobre essa peça que posteriormente descobri que eram viados.
    Eu acompanhando a famosa obra de Euclides da Cunha e derrepente, ocorre uma verdadeira muvuca no palco (era uma peça com muitos atores) e me aparece um cidadão bem no canto da cena colocando um pinico ali no palco (detalhe nós estavamos nas primeiras cadeiras) o FDP arria as calças, mostra as partes intimas (cena do inferno) se agacha e te juro começou a cagar ali mesmo!
    Puta que o pariu, porra, já pensei na minha cabeça, paguei para ver um cara cagando(aquele rabo do macaco saindo do rabo) acho que comeu uma baita fejoada e ficou uns dois dias se ir ao banheiro, detalhe, com a piroca de fora… mas tudo bem, não lembrei dessa parte no livro “Os Sertões”, talvez não entendi a ideologia do negócio, chocar? Mas cagar para chocar?
    Ta certo, bola pra frente. Pouco depois, em outra cena, um cara prestes a ser fuzilado por varios agentes com garruchas. Então, entra em cena, um cara peladão, de pau duro batendo uma punheta, a musica ao fundo fazia a ocasião, então o cara goza e ejacula (de verdade!)geme alto e aparece o som dos tiros nessa mesma hora. Velho, nessa já tava muito puto! Primeiro que o cara tem que ser um lunático para conseguir a façanha na frente de um monte de gente olhando e deve ser um baita debil mental em concordar fazer isso que evidentemente é chamado de arte!
    Então, um outro macho(porra só homem), tira a cueca (bem já viu que paguei para ver um monte de piroca) se agacha, e te juro, o cara enfiou um dedo no rabo e tirou uma camisinha dali!
    Fora isso… Bem, boquete de homem com homem, e um cara comendo outro em cena (esse ao menos tava de pau duro mas ficou no fingimento, menos pior).
    Resultado, meu amigo ficou extremamente sem graça, por me convidar a assistir a peça de Euclides da Cunha e ver um monte de viado. Até fiquei meio ressabiado das atitudes do cara, mas entendi e ficou tudo bem.
    O pior é aquela cambada de gra-finos aplaudindo aquela porcaria toda. Eu já tava quase vomitando com tudo aquilo. Só fiquei imaginando eu fusilando todos os atores e grã finos ali.
    Então, vai um conselho. Cara que diz que teatro é cultura pode ser um viado querendo divulgar a viadagem pelo mundo, cuidado.
    Teatro nesse pais, indicado para maiores de 18 (as vezes não tem merda de indicação nenhuma no cartaz e na bilheteria), nem entre, é uma putaria só. Agora, imagina sua namorada universitaria (se era, não sei) assitir uma merda dessa com os pais e você junto, ia apanhar de todo mundo e acabaria seu relacionamente por ali!
    Detalhe, volto a repetir, a peça não era na boca do lixo (na crocolandia aqui em São Paulo), era em um teatro de nome, e segudo fui assistir “Os Sertões” de Euclides da Cunha, segundo se propagava a peça teatral era baseada no livro, e, mesmo assim, passei por todo esse cenário de terror.
    Depois disso, assiti somente uma outra peça. As Três Velhas (era com a mulher que postou no youtube o video “Tapa na Pantera” (Maria Alice Vergueiro) olha lá).
    Não quero desmerecer o trabalho, a peça em si era muito boa, isso tirando os caras de saia (muito bons atores por sinal) dançando. Tava legal, até eles levantarem a saia e eu ter outra visão do inferno (mais bingolas na minha cara)! Fora isso, a chupeta que o cara fez por uns 2 min, num consolo enorme de borracha, e a Maria em uma cadeira de rodas tirar o sutiã (com aquela idade até que os peitos tão inteirinhos!) e os dois mamarem com vontade cada um em um peito pelos 3 minutos de musica!
    Então, teatro por aqui é putaria mesmo!Por esse motivo, não vou mais assistir a nenhuma outra peça. Entra quem quer ali, menor de idade, acho que até criança as vezes, embora não vi criança alguma em nenhuma das ocasiões, mas de qualquer maneira nem sequer pedem identidade na bilheteria.
    Então, se por ai isso não ocorre em peças para maiores de 18, não vá. Um cinema com os sogros é melhor do que uma peça de teatro. Aliás, leva os velhinhos no circo que é menos vexaminoso, mas teatro não aconelho mais a ninguém, só pecinhas infantis!
    Um abraço.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *